Huawei supera a Apple em vendas pela primeira vez

Huawei

A Huawei chegou a um grande marco, passando a Apple para se tornar a segunda maior vendedora de smartphones do mundo, segundo informações do site Money CNN.

Isso foi o suficiente para não apenas vencer a Apple ( AAPL ) , mas também estreitar a lacuna com o líder de mercado Samsung ( SSNLF ) . A Samsung vendeu mais de 70 milhões de aparelhos no último trimestre, uma queda de 10% em relação ao mesmo período do ano passado.

“O crescimento contínuo da Huawei é impressionante, para dizer o mínimo, assim como sua capacidade de entrar em mercados nos quais, até recentemente, a marca era desconhecida”, disse Ryan Reith, analista da IDC, em comunicado.

A Huawei saltou para o segundo lugar apesar de estar virtualmente bloqueada da maior economia do mundo.

A fabricante chinesa de equipamentos para smartphone e telecomunicações tem lutado para se manter nos Estados Unidos, principalmente por causa de preocupações oficiais de que sua tecnologia possa ser usada pelo governo chinês para coletar informações.

A Huawei negou repetidamente que seus produtos apresentem riscos de segurança.

Segundo o site no início deste ano, não conseguiu conquistar sua primeira parceria com uma grande transportadora dos EUA, depois que as negociações com a AT & T fracassaram no último minuto. Ter o apoio de uma operadora sem fio é a chave para fazer incursões nos Estados Unidos.

“Apesar de não ter conseguido atacar uma parceria de transportadoras dos EUA … a empresa se virou rapidamente, afastando-se de sua busca por lucratividade e se concentrando em encontrar crescimento de volume no segmento mais baixo”, disse Mo Jia, analista da Canalys.

A venda de milhões de telefones baratos funcionou bem para a Huawei na região Ásia-Pacífico, onde suas vendas mais que dobraram em comparação com o mesmo trimestre do ano passado, segundo a IHS Markit. Também experimentou um forte crescimento na Europa, Oriente Médio e África.

O sucesso em sua divisão de smartphones ocorre quando a Huawei enfrenta dificuldades significativas em seus negócios de telecomunicações. Seguindo os Estados Unidos, autoridades de segurança do Reino Unido , Austrália e Canadá alertaram nos últimos meses sobre possíveis riscos à segurança nacional do uso do equipamento de telecomunicações da empresa chinesa.

A Huawei é uma das várias empresas que desenvolvem recursos para a 5G, a próxima geração de tecnologia sem fio.

Se os principais países recusarem ou proibirem o uso dos equipamentos de telecomunicações da Huawei, isso prejudicaria significativamente a ambição da empresa de se tornar uma líder global em tecnologia 5G.

Espero que tenha gostado e para saber mais sobre notícias relacionadas acesse:

Lançamento do Google One – Suporte será humanizado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *